International Democracy

International Democracy

Lula diz mais uma vez que o governo israelense está praticando genocídio contra os palestinos

O presidente Luiz Inácio Lula da SIlva (PT) voltou a dizer, nesta sexta-feira (23), que o governo israelense está praticando um genocídio contra o povo palestino. A palestra aconteceu no Rio de Janeiro, durante o lançamento da Seleção Cultural Petrobras.

“O que o governo israelita está a fazer contra o povo palestiniano não é guerra, é genocídio. Porque está matando mulheres e crianças”, disse Lula.

Lula também disse para ninguém tentar interpretar a entrevista que concedeu no último domingo (18) e pediu que todos lessem, “em vez de me julgarem pelo que disse o primeiro-ministro de Israel”.

Na ocasião, o chefe do Executivo brasileiro afirmou que “o que está acontecendo na Faixa de Gaza não é uma guerra, mas um genocídio” e fez referências às ações do ditador nazista Adolf Hitler contra os judeus.

“O que está a acontecer na Faixa de Gaza ao povo palestiniano não existiu em nenhum outro momento histórico. Na verdade, ele existiu. Quando Hitler decidiu matar os judeus”, disse ele, durante a conferência de imprensa que encerrou a sua viagem à Etiópia.

Lula respondia a uma pergunta sobre a decisão do seu governo de fazer novas contribuições financeiras para a Agência das Nações Unidas de Assistência e Obras aos Refugiados da Palestina no Médio Oriente (UNRWA).

Posteriormente, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o brasileiro “ultrapassou a linha vermelha” com suas declarações.

“As palavras do presidente do Brasil são vergonhosas e graves. Trata-se de banalizar o Holocausto e tentar prejudicar o povo judeu e o direito de Israel de se defender”, postou Netanyahu no X (antigo Twitter).

“Comparar Israel ao Holocausto nazista e a Hitler é cruzar uma linha vermelha. Israel luta pela sua defesa e para garantir o seu futuro até à vitória completa e fá-lo defendendo o direito internacional”, acrescentou o primeiro-ministro.

O ministro dos Negócios Estrangeiros israelita disse que o presidente Lula será considerado uma “persona non grata” no país até que haja “uma retratação” das suas declarações que ligam o ditador nazi Adolf Hitler à guerra na Faixa de Gaza.

“Não esqueceremos e não perdoaremos. É um sério ataque anti-semita. Em meu nome e em nome dos cidadãos de Israel – informe ao presidente Lula que ele é persona non grata em Israel até que se retrata”, disse Israel Katz ao embaixador brasileiro em Tel Aviv, Frederico Meyer, durante reunião em Jerusalém.

Palestina e Israel devem viver em harmonia
Segundo o presidente brasileiro, o Estado Palestino deve conviver em harmonia com o Estado de Israel.

“Da mesma forma que eu disse quando estava preso que não aceitaria acordo para sair da cadeia, porque não trocaria minha dignidade pela minha liberdade, quero te dizer agora, não vou trocar minha dignidade por falsidade”, expressou Lula.

“Sou a favor da criação de um Estado Palestino livre e soberano”, continuou ele.

ONU não age democraticamente
Lula explicou que trabalha por uma reforma do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para que ele possa representar o mundo do século 21 e não mais quando a entidade foi criada na década de 1940.

“O Conselho de Segurança da ONU hoje não representa nada, não toma decisões sobre nada e não faz a paz sobre nada. Recentemente, houve uma proposta aprovada pelo ministro Mauro Vieira que teve 12 votos a favor, duas abstenções e um voto contra dos Estados Unidos, que após votar contra simplesmente vetou. Porque apenas os cinco grandes têm dinheiro para vetar.”

“Ontem foi aprovada mais uma decisão que teve 13 votos a favor, um voto contra e uma abstenção. Os Estados Unidos votaram contra e ele vetou a proposta. Algo que vence por 13 a 1 tem veto porque a lógica da ONU não é agir democraticamente.”

O Conselho de Segurança é composto por cinco membros permanentes: China, França, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos, que têm poder de veto. Outras dez nações, de forma rotativa, completam o programa.

O Brasil exerceu a presidência do colegiado, de forma rotativa, em outubro de 2023.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/politica/lula-volta-a-dizer-que-governo-de-israel-esta-fazendo-genocidio-contra-palestinos/

Share this post :

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Create a new perspective on life

Your Ads Here (365 x 270 area)
Latest News
Categories

Subscribe our newsletter

Purus ut praesent facilisi dictumst sollicitudin cubilia ridiculus.